segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Tatuado vende a pele

"Nada mudou para mim",(...) "Eu sou apenas a moldura que carrega a imagem." Assim falou a '"tela viva"' Tim Steiner, 30 anos, de Zurique, e instrumentista da banda Passive Resistance. É que ele tatuou o corpo e vendeu a pele a Reinking, um colecionador de arte alemão, por 150 mil euros. Após sua morte, a pele será reclamada legalmente pelo comprador. Estranho? Eles não acham. Nem o artista conceitual Delvoye, autor das tatuagens (também feitas em porcos, numa fazenda de arte, na China).
Steiner participa de exposições, virado para a parede, sentado ou em pé, com direito a repouso de 40 minutos.
É isso. Pele, pra que te quero?...

E, na verdade, somos todos tatuados por dentro: de lembranças, experiências, valores, sentimentos... E essas tatuagens invisíveis nem sempre tornam a vida mais bonita. Às vezes são pura des-arte.

Quando não, desastre.
...

(Fonte: http://g1.globo.com/Noticias/PopArte/0,,MUL805005-7084,00-TATUAGEM+NAS+COSTAS+DE+MUSICO+E+VENDIDA+POR+US+MIL.html)

Nenhum comentário: