quinta-feira, 30 de outubro de 2008

28ª Bienal de S. Paulo

O vazio do espaço como metáfora de outro vazio... Que será que será?... Bom assunto para se discutir... Crise de criAtividade? Crise é sempre um ponto máximo. E daí?... Descer pelo tubo d´água? Convenhamos, isso se faz nos parques aquáticos... Escreva seu comentário! Vamos gerar um fórum...

"O tom geral da cerimônia de abertura foi o “vazio” proposto pela curadoria da atual bienal - um andar inteiro sem obras - para convidar os visitantes a pensar sobre a crise da Bienal como instituição e das artes em geral. “É a oportunidade de ocuparmos este vazio com a discussão do papel do Estado na cultura e da cultura como direito de todos”, defendeu Manevy."

Leia mais em
http://www.cultura.gov.br/site/2008/10/27/o-vazio-da-bienal-de-sao-paulo/

Nenhum comentário: